Transtorno Obsessivo Compulsivo - TOC

Postado em 16/09/2019

Transtorno Obsessivo Compulsivo - TOC

O que é o Transtorno Obsessivo Compulsivo conhecido como TOC

Os seres humanos possuem suas particularidades, mas o certo é que, todos eles têm manias, as mais variadas possíveis. Porém, ações repetitivas, que podem ser realizadas tanto por crianças, adolescentes ou adultos, pode ser um transtorno comportamental de compulsão.

Entre essas compulsões estão as seguintes: por comida, (anorexia e bulimia – manter-se magro), por bebida alcoólica, sexo, chocolate, remédio, roubo (cleptomania), limpeza, organização, de praticar atividade física (vigorexia), entre outras. Diante deste vasto universo, a médica e psicanalista, Soraya Hissa de Carvalho, alerta sobre o Transtorno Obsessivo Compulsivo, mais conhecido como T.O.C.

Segundo a médica, o transtorno consiste na combinação de obsessões e compulsões. “Obsessões são pensamentos ou idéias, impulsos, imagens e cenas, que invadem a consciência de forma repetitiva. Já as compulsões são comportamentos repetitivos, como lavar as mãos, fazer verificações e conferências ritualizadas; além de mentais, como rezar, contar, repetir palavras ou frases”, destaca Soraya.

No transtorno, as compulsões são comportamentos repetitivos e intencionais (apesar de quase involuntários) desempenhados em resposta à ideia obsessiva. Soraya afirma que esses impulsos obsessivos e as conseqüentes compulsões são suficientemente intensos para causar sofrimento acentuado, consumir tempo, interferir significativamente na rotina normal da pessoa, no funcionamento ocupacional ou nas atividades e relacionamentos sociais.

Sintomas do Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC)

Soraya explica que o T.O.C é classificado como um transtorno de ansiedade por causa da forte tensão que sempre surge quando o paciente é impedido de realizar seus rituais. Mas, segundo ela, a ansiedade não é o ponto de partida desse transtorno. Como nos demais transtornos desta classe, o início de tudo são os pensamentos obsessivos ou os rituais repetitivos.

Diagnóstico do Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC)

Conforme a médica, os sintomas obsessivos e compulsivos são imprescindíveis para fazer o diagnóstico da doença. Contudo, além dos sintomas são necessários outros critérios. Além disso, Soraya ressalta que é preciso que, em algum momento, o paciente reconheça os acontecimentos como excessivos, exagerados, injustificáveis ou anormais.

Tratamento do Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC)

De acordo com a médica, a maior dificuldade para o tratamento do TOC está, exatamente, em convencer o paciente que o que ele sente é uma doença e que é possível tratá-la. “Hoje, o tratamento mais adequado é a combinação de medicamentos com as terapias cognitivo-comportamentais que, isoladamente, também apresentam bons resultados, assim como os antidepressivos”, conclui Soraya.

 

Outras Notícias

 

Psicanálise: A mente segundo a teoria de Sigmund Freud
Postado em 10/10/2019

Assim, é preciso, antes de tudo, esclarecer o significado dessa expressão. O que é psicanálise? Em primeiro lugar, uma teoria que pretende explicar o funcionamento da mente humana. Além disso, a partir dessa explicação, ela se transforma num m&eacu...
leia mais »

TRANSTORNO DE ANSIEDADE GENERALIZADA
Postado em 03/10/2019

O que é?

A ansiedade é um sentimento desagradável, vago, indefinido, que pode vir acompanhado de sensações como frio no estômago, aperto no peito, coração acelerado, tremores e podendo haver também sensa&cced...
leia mais »

Neurose
Postado em 26/09/2019

História e uso do termo neurose

Para diferenciar entre neurótico e neurose: "neurótico", ou afetado pela neurose, é o termo que descreve a pessoa com depressão ou ansiedade, falta de emoções, pouca autoconfian&c...
leia mais »